MUDAR É DIFÍCIL, NÃO MUDAR É FATAL

Na minha apresentação, o primeiro slide estava em branco. Queria mostrar que era hora de esquecer todos os paradigmas do passado e começar um novo caminho. A empresa tentou algumas coisas antes e não deu certo — porque o timing estava errado. Agora estamos mais maduros e com o time certo. – Sandoval Martins presidente do Buscapé em 07/07/2017.

ECONOMIA E GESTÃO

Muitas empresas estão encontrando a oportunidade da mudança em meio a crise econômica, social e de credibilidade que assola o Brasil. Mudar é difícil porque exige que os habitantes da zona de conforto se mudem para a zona de risco, não mudar é fatal pois com a transformação do eco-sistema tudo é substituído.

Não há espaço para paixões no mundo dos negócios, agarrar-se a este ou àquele modelo de negócios é assumir a responsabilidade pelo naufrágio do navio, e aquela história de que o capitão não abandona o barco só é emocionante nos livros e filmes, aliás na vida real, em muitos casos o capitão é o primeiro a fugir com o bote salva-vidas.

BUSCAPÉ MUDA PARA O MERCADO

O mais recente exemplo de ação estratégica e mudança de rota vem do Buscapé, que há 18 anos se consagrou como comparador de preços de sucesso, há quem diga que este é o único caso de sucesso no meio digital brasileiro, fundado Romero Rodrigues com mais três amigos e vendido em 2009 para o grupo de mídia sul-africano NAPSTER.

Em Março/2016 iniciou-se o projeto Fênix, sob o comando de Sandoval Martins, presidente do Buscapé. Sandoval sempre demonstrou incomodo ao ouvir que a empresa não era considerada atraente a investidores e decidiu traçar sua estratégia considerando todas as variáveis de ambiente: concorrentes, clientes, fornecedores, governo e oportunidades.

O principal serviço oferecido era o comparador de preços era também o responsável pela maior parte do faturamento do grupo, com a ameaça de perder mercado para concorrentes globais e com recursos de sobra para investir, Sandoval não se intimidou e apresentou a diretoria seu plano estratégico para transformar a forma como o Buscapé atua no mercado, isso representou uma mudança total dentro da empresa, exigiu primeiro dos gestores o posicionamento de entender os planos e como seriam executados, a partir deste momento tinham a missão de transmitir aos demais colaboradores a importância do comprometimento de todos para o sucesso da Fênix.

O PLANO EM AÇÃO

O resultado disso é que a máquina ja foi acionada, os testes finais estão sendo concluídos e em breve um novo produto será apresentado a um velho mercado. Como parte do planejamento observou-se o que os concorrentes apresentam de melhor e de posse destas informações foram em busca de serviços e soluções que não são entregues atualmente.

EMPRESÁRIO BRASILEIRO

Este exemplo deve ser estudo de caso para todo empreendedor que enxerga a necessidade de mudança mas não sabe por onde começar, não basta se apoiar na sua experiencia adquirida para iniciar um processo de mudança, é preciso entender quais soluções podem ser oferecidas para destacar-se no mercado. Mudar o nome não muda o problema, é preciso realizar uma autoanalise e ter a coragem de cortar galhos que não produzem mais para que novos nasçam, floresçam e carreguem de bons frutos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s